Pecuaristas Professores

Existem muitos pecuaristas por aí, das mais diversas formas, mas talvez um dos mais perigosos sejam os pecuaristas que se consideram professores.

Todos os dias estamos ensinando e aprendendo alguma coisa, porém existem aqueles pecuaristas que se consideram sabedores de tudo e apitos a ensinar tudo para todos, eles têm a sua autoestima nas alturas e normalmente são bem-sucedidos, porém são um perigo para eles mesmos.


Eles entendem e dão palpite em tudo e algumas vezes até acertam, mas quando erram além de entrarem em uma fria nunca admitem que erraram. Contratam consultores para se balizarem no que é certo e correto, mas querem ensinar para estes profissionais. Escutam a Deus e o mundo e nunca sabem o que realmente querem, tem as suas próprias opiniões e quando erram raramente admitem seus erros. Não tem paciência em construir uma equipe e acaba errando querendo fazer as coisas sozinho e a seu modo.


Cada vez mais a atividade pecuária está se tornando multidisciplinar, digo isso porque necessitamos do conhecimento de vários profissionais para construir um negócio sustentável e produtivo.


O agrônomo avalia e constrói uma melhor fertilidade do solo e responde pelo bom desenvolvimento das pastagens, o zootecnista organiza o programa nutricional e o modelo a ser adotado na fazenda, o veterinário cuida da saúde do rebanho, além é claro do programa de melhoramento genético, além disso precisamos de um especialista em gestão de negócio que irá ser a pessoa responsável pelas metas e o planejamento das ações e projetos.

 

 


O tempo de se dividir uma fazenda na base do “olhometro” já foi, hoje um quilometro de cerca é muito caro para se fazer e desmanchar e um dos principais motivos da degradação de uma pastagem é a divisão errada, portanto é preciso um projeto de rotacionado ou de divisões corretas para se minimizar o estresse do rebanho e um topografo para locar corretamente.


Muitas fazendas que já contam com um número grande de funcionários necessitam de uma assessoria em questões trabalhistas, contábeis e de segurança de trabalho.


Na grande maioria das vezes os pecuaristas consideram tais atividades um gasto desnecessário, porem na hora em vem a multa o pecuarista chora.


Um outro ponto importante são as questões ambientais, onde as leis são complexas e cheias de “pegadinhas”, onde é necessária uma ajuda de quem está mais familiarizado com estas.


Outro ponto sobre o Pecuarista Professor, é que ele quase sempre não se interessa em ir visitar outras fazendas e ir a palestras ou encontros para ouvir aqueles que sabem realmente mais do que ele. Afinal ele é o PROFESSOR e por que não dizer O CARA!


Quando este PROFESSOR conta com um bom capital para bancar seus erros e desacertos, tudo bem, mas quando o dinheiro está meio contado o fracasso é inevitável.


Cuidado PROFESSOR, pois você la na frente poderá perceber que está sozinho na sua escola, os verdadeiros professores, a equipe e os fornecedores de boas tecnologias poderão se cansar e ir buscar outros que lhe escutem com mais humildade e amorosidade.


A pratica é muito boa, mas a sabedoria une a pratica com o conhecimento técnico e hoje o mundo pertence aos sábios.


Pense nisso!


Wagner Pires


Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


Consultor de pastagem.

circuito da pecuaria brasil logoAtendimento:
Seg.-Sex. (08h às 18h)

[email protected]

www.circuitodapecuaria.com.br

Cel/Whats: 55 19 98112-5298

Fone: 55 19 3894-1865

Skype: wagnerpires1

Rua Ernesto Ferrari, 54
Jd. Explanada II
Indaiatuba/SP
CEP - 13335-585

Cadastre-se e receba nossas novidades!

Passo a Passo - 10 Etapas