Catatec 028 - Gramíneas recomendadas para regiões mais áridas.

Ouça online dê o Play!

Prezados Amigos.


No nosso último Catatec conversamos sobre gramíneas recomendadas para áreas com encharcamento. Agora vamos comentar sobre gramíneas recomendadas para regiões onde temos falta de chuva, regiões áridas.


Para estas regiões dispomos das seguintes gramíneas:


1. ANDROPOGON


(Andropogon gayanus cv. Planaltina)


Nome comum: Andropogon.


Origem: África (Zâmbia).


Hábito de crescimento: touceira.


Adaptação:


• Tipo de solo: aceita bem solos arenosos e pedregosos


• Fertilidade: média a baixa.


• Altitude: até 1400 metros.


• Precipitação mínima anual: 750 mm.


Resistência:


• Frio: média a alta.


• Solos úmidos: baixa.


• Cigarrinha: alta.


• Sombreamento: baixa.


Produção:


• Matéria seca: 10 a 12 t/ha/ano.


• Proteína bruta na MS: 9 a 12 %


• Palatabilidade: boa na fase jovem, quando amadurece o material tende a ficar mais fibroso e pouco palatável.


Plantio/utilização:


• Condição ideal: 240 pts de VC/ha.


• Condição média: 340 pts de VC/ha.


• Condição adversa: 480 pts de VC/ha.


• Profundidade de plantio: superficial com compactação e solo úmido.


• Tempo de formação: 90 a 120 dias.


• Altura de corte: 40 cm (retira os animais).


Vantagens:


• Sistema radicular bastante profundo e grande resistência a seca.


• Tolera ao ataque de cigarrinha.


• Boa tolerância a altos teores de alumínio, porem apresenta boa resposta a adubação.


• Rebrota muito rápida após o inicio das chuvas.


Desvantagens:


• Não é recomendado para áreas com declividade.


• Passa rapidamente do ponto e o animal passa a rejeitar.


• Atrai muita formiga.


• O plantio é complexo em virtude do tipo de semente.

ANDROPOGON 1

Andropogon

 

2. TUPÃ


(Andropogon gayanus cv. Tupã)


Nome comum: Tupã


Origem: Matsuda Genética


Hábito de crescimento: touceira.


Adaptação:


• Tipo de solo: aceita bem solos arenosos e pedregosos


• Fertilidade: média a baixa.


• Altitude: até 1400 metros.


• Precipitação mínima anual: 750 mm.


Resistência:


• Frio: média.


• Solos úmidos: baixa.


• Cigarrinha: alta.


• Sombreamento: baixa.


Produção:


• Matéria seca: 16 a 20 t/ha/ano.


• Proteína bruta na MS: 7 a 10 %


• Palatabilidade: boa


• Digestibilidade: boa.


Plantio/utilização:


• Condição ideal: 240 pts de VC/ha.


• Condição média: 340 pts de VC/ha.


• Condição adversa: 480 pts de VC/ha.


• Profundidade de plantio: superficial com compactação e solo úmido.


• Tempo de formação: 90 a 120 dias.


• Altura de corte: 40 cm (retira os animais).


Vantagens:


• Sistema radicular bastante profundo e grande resistência a seca.


• Tolera ao ataque de cigarrinha.


• Boa tolerância a altos teores de alumínio, porem apresenta boa resposta a adubação.


• Rebrota muito rápida após o inicio das chuvas.


• Mais fácil manejo que o Andropogon comum.


Desvantagens:


• Não é recomendado para áreas com declividade.

 

TUPÃ 1

Brachiaria Decumbens

 

4. BRACHIARIA BRIZANTHA PAIÁGUAS


(Brachiaria brizantha cv. BRS Paiáguas)


Nome comum: Paiáguas.


Origem: Quênia - África (selecionado pelo CIAT e EMBRAPA)


Adaptação:


• Tipo de solo: todos os tipos.


• Fertilidade: média a alta.


• Altitude: até 1800 metros.


• Precipitação mínima anual: 800 mm.


Resistência:


• Frio: média.


• Solos úmidos: tolera mais do que o Brachiarão.


• Solos secos: alta


• Cigarrinha: baixa.


• Sombreamento: média.


Produção:


• Matéria seca: 10 a 20 t/ha/ano.


• Proteína bruta na MS: 10 a 13 %


• Palatabilidade: boa.


Plantio/utilização:


• Condição ideal: 240 pts de VC/ha.


• Condição média: 320 pts de VC/ha.


• Condição adversa: 480 pts de VC/ha.


• Profundidade de plantio: até 2 cm.


• Tempo de formação: 80 a 100 dias.


• Altura de corte: 15 a 20 cm (retira os animais).


Vantagens:


• Produz mais massa que a Marandu, principalmente na seca.


• Florescimento precoce.


• Excelente rebrota.


• Bastante rustica em termos de fertilidade.


• Ideal para ILP.

 

Desvantagens:


• Susceptível a cigarrinha.

 

BRACHARIA BRIZANTHA PAUIÁGUAS. 1jpg

Brachiaria Brizantha Pauiáguas

 

5. BUFFEL GRASS

 

(Cenchrus ciliaris L. cv. Biloela)


Nome comum: Buffel


Origem: África (Quênia)


Hábito de crescimento: touceira.


Adaptação:


• Tipo de solo: solos leves.


• Fertilidade: média a alta.


• Altitude: até 1000 metros.


• Precipitação mínima anual: 350 mm. (Gramínea típica de clima semi-árido)


Resistência:


• Frio: baixa.


• Solos úmidos: baixa.


• Cigarrinha: alta.


• Sombreamento: baixa.


Produção:


• Matéria seca: 6 a 8 t/ha/ano.


• Proteína bruta na MS: 8 a 10 %


• Palatabilidade: boa.


Plantio/utilização:


• Condição ideal: 280 pts de VC/ha.


• Condição média: 320 pts de VC/ha.


• Condição adversa: 480 pts de VC/ha.


• Profundidade de plantio: 0,5 a 1,0 cm.


• Tempo de formação: 90 a 120 dias.


• Altura de corte: 20 cm (retira os animais).


Vantagens:


• Ideal para encostas sujeitas a erosão.


• Ideal para regiões semi-áridas.


Desvantagens:


• Sensível ao ataque de cigarrinhas.


• Estabelecimento lento.


• Baixa germinação.


• Exigente em fertilidade.

BUFFEL GRASS

Buffel Grass

 

6. UROCLOA


(Urocloa masambicensis (Hanck) Dandy), BRA 000060


Nome comum: Urocloa


Origem: Leste e Sul da África


Hábito de crescimento: variável, podendo apresentar estolões ou rizomas.


Adaptação:


• Tipo de solo: todos, porém apresenta boa adaptação a solos mais pesados..


• Fertilidade: média.


• Altitude: sem restrição.


• Precipitação mínima anual: 2000 mm. (Gramínea típica de clima semi-árido)


Resistência:


• Frio: baixa.


• Solos úmidos: média.


• Cigarrinha: média.


• Sombreamento: baixa.


Produção:


• Matéria seca: 4 a 6 t/ha/ano.


• Proteína bruta na MS: 8 a 10 %


• Palatabilidade: boa.


Plantio/utilização:


• Condição ideal: 280 pts de VC/ha.


• Condição média: 320 pts de VC/ha.


• Condição adversa: 480 pts de VC/ha.


• Profundidade de plantio: 0,5 a 1,0 cm.


• Tempo de formação: 90 a 120 dias.


• Altura de corte: 20 cm (retira os animais).


Vantagens:


• Ideal para encostas sujeitas a erosão.


• Ideal para regiões semi-áridas.


Desvantagens:


• Sensível ao ataque de cigarrinhas.


• Estabelecimento lento.


• Baixa germinação.

UROCLOA 1

Urocloa

 

Estas são as principais gramíneas recomendas para regiões áridas.


Espero que você tenha gostado da dica de hoje e mande suas dúvidas que vamos buscar responde-las.


Grande abraço e até o próximo CATATEC.


Wagner Pires

 

 

 

 

Conheça o nosso curso de pastagem digital, você poderá fazer sem sair de casa ou da fazenda pelo seu computador. O curso mais completo feito até hoje.

O melhor custo benefício.

circuito da pecuaria brasil logoAtendimento:
Seg.-Sex. (08h às 18h)

[email protected]

www.circuitodapecuaria.com.br

Cel/Whats: 55 19 98112-5298

Fone: 55 19 3894-1865

Skype: wagnerpires1

Rua Ernesto Ferrari, 54
Jd. Explanada II
Indaiatuba/SP
CEP - 13335-585

Cadastre-se e receba nossas novidades!

Passo a Passo - 10 Etapas